Onde Fica Meu Apartamento?

maio 3, 2009

Resposta: Entre o uma favela no Rio de Janeiro e a ilha de Lost… Só isso explica:

1) A floresta atrás do meu Ap (e tudo que ali habita)
2) A carreata que acaba de ocorrer em minha rua, vou ser sincero moro num baixo “morto” e gosto disso, mas agora bandeiras, camisetas e demais objetos ligados ao flamengo acabam de passar de carro, com direito a gritaria e buzinaço! Gaspar está em festa!

Essa Gaspar me surpreende cada vez mais.

Anúncios

Sem Graça?

março 24, 2009

O primeiro problema com meus novos alunos foram as piadas, pois o que fazia alunos gargalhem em Florianópolis, aqui geram pequenos sorrisos e silêncios constrangedores. O motivo maior é que meus novos alunos possuem costumes diferentes aos meus, não possuem muito acesso a internet, alguns nunca viram o mar, etc… Então todo meu repertorio de exemplos bizarros, comparações esdruxulas, e piadinhas em geral morreu… Foi terrível…

Passei um dia inteiro pesquisando sobre o nome das cidades vizinhas tipo de produção, relevo, problemas locais, fofocas cotidianas e etc… No dia seguinte minhas piadas novas já surtiam efeito, graças a deus…

Incluindo a maior delas que envolvia as cidades de Blumenau, Gaspar e Ilhota:

A uns 30 anos atrás o vale era muito diferente menos casas, menos habitantes, por exemplo Blumenau não chegava a 100 mil habitantes, Gaspar tinha 4 famílias morando (rizadinhas da turma), e Ilhota possuía uma senhora fazendo calcinha (gargalhadas ensandecidas!!!)

Recebi inclusive uma homenagem de uma oitava série (pois fui escolhido regente deles) que atrás de uma bela carta foi desenhada uma senhora segurando uma calcinha vermelha…

O legal é que para quem não conhece Ilhota isso não tem a menor graça…

Alguns pais já vieram falar comigo elogiar meu trabalho, coisas como meu filho nunca gostou de geografia, mas agora com você está gostando me deixam emocionado… O legal do interior é isso o povo fala, e como fala, o que acha de você, pra bem ou para o mal.

Salve Gaspar!


D&D Quarta Edição, Minha Opinião

setembro 19, 2008

Eu gostei MUITO do que li e vi até agora, joguei uma partida e mestrei outra com o sistema e achei ele bem intuitivo e simples de jogar, mas é um jogo novo, não o vejo como uma evolução do D&D, o vejo apenas como mais um.

Se eu fosse mestrar uma campanha longa em D&D hoje ela seria de D&D3.5 (ou 3.6 já que eu gosto de fazer algumas mudanças sempre), na quarta eu mestraria uma campanha curta, ou ainda jogaria, eu sinceramente adoraria jogar uma campanha na quarta edição, achei os conceitos e as regras perfeitas para o jogador (apesar de um pouco limitadas, mas tudo pelo equilíbrio) e um pouco chatas para o mestre…

É engraçado que a quarta edição tenha como maior concorrente a terceira… Se eu fosse a Wizards apenas atualizaria tudo como foi feito da 3.0 para a 3.5, nunca começaria uma coisa nova assim, mas eles são os profissionais, né? Quem sou eu para opinar… Em Gaspar vou montar um grupo de RPG (se houverem jogadores) e pretendo testar tudo isso ainda!


Laje!

setembro 16, 2008

Esse fim de semana estava discutindo com o pai se em Gaspar eu iria ter um apartamento ou uma casa, após muito debate chegamos a conclusão que apartamento tem a vantagem da segurança, mas nada, privacidade, silencio, espaço, etc, eu poderia esquecer. O debate foi acirrado porque para meu pai nada é mais importante que segurança, o que concordo, mas falo disto depois.

Quando finalmente o convenci de comprar uma casa (afinal ele vai me ajudar pagando a entrada do imóvel) ele logo falou: “ok pode ser uma casa, mas tem que ser casa com laje!” Tipo pra fazer churrasco e chamar umas mulatas? Claro que não, para segurança!

Para ser sincero achei exagero do meu pai, até assistir o jornal nacional de hoje, uma chuva de granizo destruiu o teto de várias casas e tudo que tinham dentro delas em Minas Gerais, lembrei-me na hora de certa vez que ventou muito no meu bairro e várias casas foram destelhadas, mas a minha por ser laje (e nem telha ter) foi tudo muito tranqüilo…

Gostei, mais uma coisa para o planejamento a casa vai ter laje…

E a espera continua!


Gaspar, Minha Nova Casa? E o Blog?

julho 30, 2008

Quando soube que passei no concurso publico de Gaspar criei este blog para contar meu dia-a-dia em uma nova cidade, uma nova condição chamada independência… Mas o que eu não contava era que apesar de ter passado (em primeiro com 4 pontos na frente do segundo, ok humildade, humildade…) só serei chamado em 2009, a primeira idéia foi apagar o blog e monta-lo novamente quando a hora chegasse… Meu segundo impulso foi de postar algumas coisas, fazer um testes para ver como funciona esse troço, e foi assim que começou o blog, quando dei por mim estava postando mais de uma vez por dia e tinha 100 pessoas lendo diariamente, foi ai que me decidi que este blog passaria a ter três funções:

– Bobagens (tipo o post abaixo desse)
– Meus pensamentos diversos (comentários de noticias, etc)
– Preparativos!

Sim pensamentos sobre a viajem em si, sobre minha morada, sobre a cidade, os moveis, etc… No ultimo post deste tema falei sobre crédito e nos comentários iniciou um debate entre alguns amigos sobre eu comprar ou não um imóvel, bem acho que não fui muito claro, vamos lá:

Minha intenção é sim morar lá por MUITO tempo, sim eu conheço pouquíssimo de Gaspar (lá se planta arroz) mas conheço MUITO de Blumenau, que é a cidade vizinha, para terem uma idéia quem mora em Blumenau chama Gaspar de “nosso bairro” tem linha de ônibus regular etc… Blumenau é uma cidade linda, que tem muita coisa que gosto (encontros de RPG, Anime, etc…), não sei explicar, mas quero sim começar uma vida lá.

Então sim vou para ficar. Acho que falei, falei, falei para uma constataão simples, mas é a verdade, Gaspar será meu lar, minha nova casa.