Inexplicavél?

Quem acompanha o blog e compara com minha atual situação nota que muita coisa que eu desejava não ocorreu, entenda porque:

Eu Desejava: Uma casa
Acabei Adquirindo: Um apartamento
Pois:  Nada em Gaspar parece possuir documentos, ninguém, com exceção dos prédios novos parece ter se preocupado com bobagens do tipo REGISTRO DE IMÓVEL, sendo assim financiamentos se tornaram impossíveis. Além disso, admito que a segurança que os apartamentos me passaram é inegável.

Eu Desejava: Morar do lado do trabalho.
Acabei Adquirindo: Um apartamento longe (não muito eu faço em uma hora e meia a pé, não que eu vá a pé, as vezes volto… Bem entenderam).
Pois: A única opção no bairro era um apartamento no térreo e ele era menor que este que estou, tamanho e preço foram fundamentais… Além disso, o bairro é MUITO mais morto… digo, calmo, mas ainda vou falar com calma deste maravilhoso bairro que lembra a ilha de Lost.

E ai mas alguma coisa que ficou inexplicada?

Salve Gaspar

Anúncios

5 Responses to Inexplicavél?

  1. Cleber disse:

    Cara, essa é mais uma das mais comuns surpresas da vida. Muitas vezes não adianta se estressar MUITO fazendo planos de coisas a se fazer na vida, pois ela está cheia de fatores imprevisiveis que podem implicar até mesmo numa completa mudança de objetivo.
    Muitas vezes não adianta cercar de TODAS as formas esses fatores imprevisiveis, prevendo-os e elaborando planos para enfrentá-los, pois PODE surgir algo que você não pensou(afinal são imprevisíveis) e novamente destruir seu intuito.
    Lógico que preparar planos ajuda, por milhares de fatores, mas saiba que coisas inesperadas podem acontecer e você tem que estar pronto para, pacientemente, diante daquela nova dificuldade, resolver o problema da melhor maneira possível.
    Um bom conselho pra isso é nunca dizer “nunca”. Essa palavra pode vir a atrapalhar possíveis soluções ao problema que se apresenta. Afinal, com seu pensamento bloqueado sobre uma solução da qual você afirmou por “nunca” optar, poderia estar cometendo o mesmo erro daquela criança que nunca quis comer uma comida(pela sua aparencia ou outro motivo qualquer) e que ao provar acaba gostando.
    Abraço!!!
    Cleber, filosofando…

  2. Van disse:

    e voce descobre que Deus é sarcastico ^^

  3. Michel disse:

    Nunca dizer “nunca”… Hummm… Para mim parece uma filosofia muito “aberto a novas experiências”.
    Eu prefiro: saiba “quando” dizer nunca. 😀

  4. WiLl disse:

    Como diria o J.C. “a vida é uma caixinha de surpresas”

  5. PunK disse:

    Bom vc já começou o primeiro passo privilegiado,tem muita gente que começa com muito menos do que vc.Seja grato,a vida por isso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: