Não Use Linux! Deixe Que Eu Uso…

Muitos me pedem para falar do Linux e tal, mas sempre deixei para depois por dois motivos:

1) Eu amo o sistema operacional.
2) Não o aconselho a ninguém.

Ou seja, tenho medo de me empolgar demais ao falar dele e convencer você a teste-lo, e ao mesmo tempo não quero que pensem mal do meu idolatrado SO.

Pois bem, eu uso Linux a quase dois anos, e foi uma relação de amor e ódio, pois eu instalava, ficava um mês usando depois retornava ao windows, pois as diferenças eram muito grandes, coisas que eu fazia facilmente no windows “não eram possíveis” no linux (ao menos para mim), mas sempre que eu voltava para o windows os problemas dele persistiam.

E nem falo dessa baboseira do software livre e bla bla, porque para rodar alguns programas tenho que baixar puglins que não são “totalmente livres” e a maioria dos defensores do Open Source faz o mesmo. A maior vantagem que vejo é nunca ter travado, nunca ter perdido tudo. Sem duvida já deu merda aqui, mas foi durante minha aprendizagem no sistema, de resto nunca peguei um vírus que fosse (no computador, não em mim), meu desempenho (do computador, não o meu em si que sempre foi acima da média) é bem melhor, consigo fazer os downloads com o dobro da velocidade que eu possuía com o windows, e tudo que eu fazia com o windows hoje eu faço no linux de forma melhor, ou igual (ou quase).

Atualmente eu estou:

Distribuição: Kubuntu 8.04 (ubuntu com KDE)

Amorok: Para ouvir MP3, o melhor tocador de música que já usei, melhor que winamp.
Ktorrent: Chega perto do Utorrent do windows, mas não supera, infelizmente, mas chega MUITO perto e a cada update melhora.
Kaffeine: Para ver vídeos, ótimo.
Amule: Igual o Emule.
Firefox: Igual o Windows (só que mais rápido).
Amsn: Não tem as frescuras do MSN (não dá pra desenhar), mas serve para conversar. (Quando quero mais velocidade uso o Kopete que tem menos frescura ainda, sem smiles personalizados e tal, mas é rápido).
KoulorPaint: Igual o Paint do win.

E mais um monte de programas.

—–

Se você for testar o Linux não faça isso sem ler MUITO sobre o sistema, procure bons blogs sobre o assunto (ESSE NÃO É UM DELES), baixe uma distribuição de linux (eu aconselho a família Ubuntu) grave em um CD e teste. SEMPRE que não conseguir fazer algo, digite no google sua duvida e seja feliz!

—————————-

Continuam os testes com a aparência do Blog, valeu Michel pela dica.

Ps: Leiam o comentario dele no texto sobre dublagem ficou melhor que meu texto, mas ainda volto no assunto.

Anúncios

3 Responses to Não Use Linux! Deixe Que Eu Uso…

  1. Emerson disse:

    Sou obrigado a concordar com você, minha experiência com Linux começou em 1999, Corel Linux, usei 1 mês e odiei.
    2 anos depois, resolvi voltar a usar, Red Hat, foi amor a primeira vista, passei para o Fedora e então com as constantes novas versões, me cansei e dei um salto mágico, Debian. fantástico. Não existe outra palavra para ele. Porém com o uso das placas de vídeo aceleradoras, e eu entrei na onda, meu Debian “não gostou”. Fiquei sem opções e voltei para o Windows. Continuava usando Linux em todos os servidores que trabalhava.
    Então foi apresentado ao Ubuntu. Não vou comentar nada, apenas que formatei minha máquina, retirei o windows, e em casa só uso Ubuntu. No trabalho, devido a algumas aplicações de ERP sou obrigado a usar Windows (sempre reclamando claro hehehe).
    Sigo sua linha, querem testar linux, leiam muito e tenham paciência, o início é duro, e vc fica tentado a voltar par ao windows, mas aí que está a grande vitória, vencer o sistema, adaptá-lo a você.

  2. Michel disse:

    Já usei Linux, há muito tempo. Já conhecia o Unix, então foi fácil pegar os comandos e até existia um KDE bem primário, mas achava um saco ter que montar os discos cada vez que precisasse ler um disquete ou CD. Ou seja, nada era óbvio e o Linux acabava se tornando uma opção só pra iniciados.
    Assim que comprar um micro acho que vou transformar meu notebook em uma máquina Linux. Mas isso são planos para 2009.

    P.S.: Meu comentário foi só um comentário. 🙂

  3. lean disse:

    Depois de mais de 5 anos sem windows…
    Eu usei windows um tempo, e quase fiquei louco de raiva !
    Voltei pro linux no mesmo dia.
    De vez em quando tenho que usar um windows para trabalho, e confesso que me dá medo daquela coisa.

    Usar windows é uma experiência traumática, chama-se sindrome de estocolmo. Podem pesquisar !

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: