Guerra em Florianópolis

Estava eu na casa da patroa, esta sexta-feira, quando em um programa de noticias local o apresentador fala: “Tiroteio na praça quinze, a alguns minutos começou um tiroteio no centro de Florianópolis” era uma hora da tarde mais ou menos, para completar a frase abaixo do apresentador era: “Praça de Guerra”.

Meu deus meus pais estavam no centro! Guerra! Eu logo imaginei a Figueira centenária em chamas, caças voando, gente morrendo… Foi então que o apresentador explicou exatamente o que aconteceu: “Dois jovens atiraram e mataram um outro jovem”, fim da guerra! Pera ai tiro? Foi de bazuca? Os dois moleques faziam o balão na praça com seu tanque de guerra quando avistaram o desafeto?

Poxa não preciso nem me apegar a palavra guerra usada para dois garotos matando um terceiro, mas tiroteio envolve dois lados opostos de um conflito atirando, e isso não aconteceu… Meu deus o sensacionalismo me assusta, assusta mais que garotos matando a luz do dia porque sabem que são “di menor”, o que morreu era traficante, os que mataram eram envolvidos diretamente com o trafico de drogas… Um tema tão pertinente, mas o que da mesmo IBOPE é sangue e violência, não analise social.

Anúncios

One Response to Guerra em Florianópolis

  1. Van disse:

    o Elio Costa é fogo !!!! Mas o que vale mesmo é o sangue jorrando pela TV. A análise e o fazer diferente deixa para os SUPEReducadores !!
    (só falta para nós a musiquinha do superman).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: